Beleza Express: Atender os Clientes em Domicílio Vale a Pena?

Beleza Express: Atender os Clientes em Domicílio Vale a Pena?

postado em: Papo de Salão | 3

Cabeleireiros, manicures e maquiadores atendem clientes em domicílio há muito tempo, mas foi com o advento das mídias sociais que a procura por esse tipo de atendimento disparou. Na internet, os profissionais encontraram uma forma mais fácil divulgar seus trabalhos e, com isso, atrair clientes, principalmente dentre as pessoas que buscam praticidade e comodidade. Mas, antes que você abandone sua cadeira e sua clientela no salão de beleza para embarcar nessa tendência, vamos te ajudar a entender melhor esse mercado e a avaliar se vale a pena seguir essa onda da Beleza Express.

 

Confira as vantagens e desvantagens mais citadas pelos profissionais da área:

 

Valor agregado

Os serviços de Beleza Express custam mais para o cliente e quem os solicita precisa estar ciente disso. Afinal, o atendimento domiciliar agrega valor ao serviço pela praticidade e comodidade oferecidas à cliente. Além disso, se optar por atender em domicílio, o profissional precisa embutir no preço final o gasto com combustível, manutenção do veículo e o tempo de deslocamento.

 

Ausência de gastos com o espaço físico

Decoração de Salão de Beleza
A estrutura demanda investimento e gera despesas fixas

Abrir um salão de beleza exige que o empreendedor tenha recursos para investir em infraestrutura e certo jogo de cintura para administrar custos fixos como aluguel, energia e água, principalmente quando a demanda está baixa. Dispensando o uso de espaço físico, os serviços de Beleza Express economizam nos gastos fixos e isso faz com que, em épocas de agenda vazia, o profissional não tenha que arcar com estes custos

 

Independência para o profissional, liberdade para a cliente

Hairdresser Lerida França
A hairdresser Lerida França conta que há clientes que precisam de privacidade

 

Quem tem um salão precisa abri-lo diariamente. Manter a estrutura física fechada é entregar o cliente “de porta” de bandeja para o salão mais próximo, sem contar que é um dia de aluguel pago sem dinheiro entrando. Por isso, quem atende a domicílio garante que a independência de fazer seu próprio horário não tem preço.

A hairdresser Lerida França explica ainda que o atendimento em domicílio garante privacidade e conforto para clientes que não gostam de espaços tumultuados ou preferem ter mais privacidade.A maior parte da minha clientela é composta por pessoas mais alternativas, que fogem dos padrões. E eu atendo também o público transsexual. São pessoas que não gostam de se expor e, infelizmente, os olhares de julgamento ainda existem”, lamenta Lerida.

 

 

Falta de estrutura adequada para o atendimento

Maquiadora e hair stylist Priscilla Prix
A falta de estrutura não impede a maquiadora e hair stylist Priscilla Prix

Quando conversamos com os profissionais de Beleza Express, a primeira reclamação que ouvimos é que alguns procedimentos são dificultados ou impossibilitados pela falta de estrutura. Iluminação insuficiente para maquiar, carência de um lavatório para processos que exigem a lavagem dos cabelos e a falta tomadas elétricas em lugares estratégicos são algumas das queixas. Além disso, a inexistência de móveis ergonômicos pode causar alguns desconfortos físicos para o profissional, como comenta a maquiadora e hair stylist Priscilla Prix. “Ainda não é fácil encontrar cadeiras portáteis voltadas para esse tipo de atendimento e isso acaba detonando a coluna do profissional”, reclama a hair stylist.

Todavia, ela complementa dizendo que há formas de contornar os empecilhos estruturais. No seu caso, a solução foi direcionar a gama de serviços em domicílio para o que é viável fazer com bons resultados. “Faço apenas penteados e make, procedimentos que não precisam de lavatório ou outros equipamentos que eu não possa transportar. A cliente já marca comigo sabendo disso, então não tem surpresas”, explica Priscilla.

Lerida, por sua vez, dribla a questão da infraestrutura oferecendo aos clientes três opções: atendimento em domicílio, no salão de um amigo ou em sua própria casa.Depende muito da cliente. Tenho clientes que preferem ser atendidas no salão por ser mais centralizado, ter a estrutura e toda a mordomia que, de fato, um salão tem. Nesses casos, pago uma comissão para usar o salão de um amigo, mas incluo esse valor no preço do serviço para compensar. Em domicílio, realizo exclusivamente serviços rápidos, como cortes e escovas, porque não acho legal passar muito tempo na casa da cliente. Acaba que boa parte da minha clientela prefere ser atendida na minha casa, até porque posso cobrar mais barato por não ter a comissão do salão e nem deslocamento”, conta Lerida.

 

Esclareceu suas dúvidas sobre o mundo da Beleza Express? Quer mais informações sobre as principais formas de trabalho na área da beleza? Leia sobre a Lei do Salão Parceiro! E para ficar por dentro das melhores dicas, curta a fan page da Mispira no Facebook, siga o nosso Instagram e continue acompanhando a Academia Mispira.

3 Respostas

  1. Adorei o seu site muito interessante. Vou acompanhar mais vezes suas postagens. um beijo da Déia

  2. Olá
    Seu trabalho é sensacional , parabéns pelas suas técnicas .
    Seu site é top.

  3. Fazendo uma visitinha por aqui.
    Depois da uma passada na minha página que eu tenho algo muito bom mesmo, vale apena conferir.
    Beijos

Deixe uma resposta